Bro Code - Ajude sempre o Amigo. ✓✓

E ali estava eu, mais uma vez em uma situação que não me era confortável, porque pessoas como eu tendem a ser muito dedicadas as suas ...


E ali estava eu, mais uma vez em uma situação que não me era confortável, porque pessoas como eu tendem a ser muito dedicadas as suas amizades, principalmente quando é a única que se tem.


As palavras que tinham acabado de sair da boca de meu melhor amigo pareciam ruídos, propriamente alfinetes que tinham sido espetados em meus ouvidos, e para piorar não ajudava o facto de ter seus olhinhos arregalados e um beicinho nos lábios.

Eu queria dizer não, eu podia dizer não, eu iria dizer não. Não era novidade que o que ele tinha pedido era um absurdo em grande proporção, por imensas razões que nem era necessário mencionar.

- Não sei o que ganho com isso? – Cruzei os braços ainda sentada na berma de sua cama.

- Um encontro – sorriu ficando em pé.

- E quem disse que quero ir a um encontro?

- Eu! – Revirou os olhos – Preciso que me faças esse favor – disse juntando as palmas de sua mão e voltando a ajoelhar-se diante a mim.

- Acho que durante essa semana que forçaste-me a ter que lidar com esse típico americano, notaste o quão fantásticas foram as nossas saídas – atirei meu tronco sobre a cama – Eu irei mata-lo se ele rir mais uma vez do meu sotaque – avisei.

- Isso significa que vais sair com ele? – Deitou-se do meu lado.

- Não! – Virei a cabeça para olhar para o estúpido amigo que tinha arranjado – Significa que em menos de cinco minutos com ele, alguém morrerá!

- Preciso muito que faças isso Ali – implorou mais uma vez – Faço o que tu quiseres!

- Tipo mandar-lhe de volta para as terras do tio Sam – sentei-me na cama sorrindo de orelha a orelha.

- Ele não é assim tão mau Ali – irritação tomou conta da sua expressão.

Bem, ele não era assim tão irritante, ele só:

1-      Estava sempre com um sorriso estúpido na cara.

2-      Sempre fazia planos com o Theo sem incluir-me.

3-      Ria-se sempre quando o facto de falar português afetava o meu sotaque

4-      Ficava sempre a encarar-me quando saiamos.

- Eu não vou sair com ele e ponto final – levantei-me – Se estás farto dele, diz-lhe para ir dar uma volta.

- Ele gosta de ti – informou ficando em pé também.

Também isso, 5- Fazia questão de sempre que saíssemos despedir-me com “Gosto de ti Ali”, parece até um disco riscado.

- Quem não gosta? Mas isso não muda nada.

- Ele gosta de ti – Theo colocou suas mãos em cada lado do meu rosto.

- Já tinha entendido essa parte – revirei os olhos.

- Chefe de Estado! – Suas mãos apertaram-se no meu rosto e seus olhos prenderam-se nos meus.

- Sim!

- Ajuda-me nisso Ok? Nunca te pedi nada, e como tu és tão lerda em certas coisas, vou ser mais claro contigo – suspirou – Estou a tentar empurrar a minha melhor amiga num encontro com um grande amigo, porque ele gosta mesmo dela, tipo de gostar de roubar beijos e dormir de conchinha.

- Tu já roubaste-me beijos e dormimos de conchinha e? – Novamente a sua altura estava a irritar-me, não sei por que razão deram-me altura de criança.

O som de uma tosse forçada fez Theo afastar-se de mim rapidamente e revirei meus olhos e joguei-me na cama já sabendo de quem se tratava.

- Desculpem interromper, estou faminto – comunicou.

- A Alicia também – avisou Theo, lembrando-se da razão porque vim até sua casa.

- Eu ia almoçar com o Theo, eu e ele, percebes? – Disse encarando o poste de luz com o cabelo castanho claro.

- Não, tu vais almoçar com o Ansel – informou Theo vestindo uma camisola.

- E porquê? – Questionei no mesmo instante que o americano disse “Ok” – Theodore! – Disse irritada.

- Tenho que terminar um projeto, eu vos encontro onde vocês forem – ligou seu MacBook.

Estou a um instante de decapitar alguém.

- Não, não tens!

- Não mordo Alicia – avisou Ansel.

- Tu não, mas eu sim – avisei encarando Theo.

- Eu pago! – Ansel declarou chamando minha atenção.

E aí surge um dilema muito importante. Comida de graça ou assassinar o meu melhor amigo?

E a resposta a este dilema é muito óbvia.

Nota da Autora

Olá!
Tudo bem?
Gostaram?
Estou doente, do tipo febres e vômitos, estou sem febres agora por isso vim postar, desculpa por ontem!
E Alicia, desculpa usar a sua altura, não é bullying nem nada, só achei que seria fixe.

E sempre que verem esse sinal “ “ no titulo da postagem é porque editei e não há erros nenhum.

Beijos até domingo ou antes.
Comentários Respondidos.

You Might Also Like

13 comentários

  1. escolhe a comida, sempre a comida (as pessoas sempre me perguntam como não sou gorda)
    essa historia ta uma fofura, estou a amar essa Alicia, bem, ate agora todas Alicas que já vi gostei, deve ser do nome

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tbm não entenderia se alguém escolhe-se outra coisa, seria uma absurdo.
      Ei tá, Alicia esta a ser muito amada

      Eliminar
  2. Adorei o capítulo!
    Não houve problema com a altura. Sei que sou baixa comparativamente com as pessoas da minha idade mas gostei da forma como foi falada na curtinha.
    Eu com certeza comia primeiro e depois mataria o meu melhor amigo!
    Melhoras :)

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito feliz por teres adorado.
      Aleluia que não! Eu acho que tens que trocar de lugar comigo, eu acho que tenho quase 1 e 70 mais sinto-me um poste ao lado de todos, excepto meu namorado.
      Vou usar essa informação( eu tbm comeria primeiro)
      Obrigada.
      Bjos

      Eliminar
  3. Acho que a Alícia ainda vai ficar com o Ansel!
    Posta logo.

    Beijos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que a Alicia vai ficar sozinha se continuar assim durona, lol
      Beijos

      Eliminar
  4. Estou a gostar dessa curtinha :) e da Alícia principalmente. Vejo que ela não gosta do Ansel mas talvez ela goste dele mais do que pensa.
    Posta logo e desejo-te as melhoras!

    Bjs :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz que estejas a gostar.
      Obrigada
      Beijos

      Eliminar
  5. Erii, gostei do visual mas quase nem consigo ler o capítulo devido ao fundo. Eu gosto do fundo mas tenho sempre que colocar o rato sobre as palavras para puder ler.
    Ter como melhor amigo o Theo deve ser uma das melhores coisas do mundo... ou não! No caso da Alícia não tem nada mais que amizade, pelo menos que eu veja.
    Tenho uma pequena dúvida: Alícia é com acento no primeiro i ou sem acento? É que acho que tem das duas maneiras.
    Posta logo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por comunicares, esqueci-me de questionar isso. Já mudei, obrigada.
      Se o tivesse como melhor amigo seria totalmente uma amizade cheia de benefícios. Terás resposta para isso em breve
      Segundo a inscrição dela, ela escreveu Alicia como nome e Alícia como user, então é complicado. Apenas sei que sempre que escrevo com acento diz que é errado.
      Beijos.

      Eliminar
  6. Hey
    Apenas acho que ela pode comer e depois matar o amigo, é o que eu faria... menos se fosse o Theo, não conseguiria matar esse lindo :3
    Realmente, Alicia vai ficar sozinha se continuar tão durona kkk mas eu gostto dela.
    Melhoras :)
    Posta logo.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  7. Hahahah. ..."parece um disco riscado " hahahahaha...

    ResponderEliminar

Seguidores

2015-2016 © Sons da Alma. Com tecnologia do Blogger.