Bro Code - Irmãos antes das Raparigas ou da Alícia. (2/2)

Nota da Autora Mais um! Próximo só amanhã! Acho que essa será a curtinha mais longa. E no próximo vocês perceberam que...



Nota da Autora

Mais um!

Próximo só amanhã!

Acho que essa será a curtinha mais longa.

E no próximo vocês perceberam que Ansel é o melhor amigo que alguém pode ter.

Fechei a boquinha.
Comentários Respondidos

Divirtam-se!
Image and video hosting by TinyPic

Bro Code - Irmãos antes das Raparigas ou da Alícia.


Como se pode ter percebido a minha cota de normalidade é baixa, até ao nível de não ser considerada alguém normal e com isso questiono-me.

Que uma pessoa normal faz na minha situação?

Rir, daquela maneira irritante de cair e ter tantas dores no abdómem definitivamente era a primeira e única reação que minha mente era capaz de processar. Ao menos era uma reação melhor do que ficar parada diante meu melhor amigo que parecia ter acabado de ter colocado o seu coração nas minha mãos, com uma cara de que não estava entendendo nada que acontecia.

Porem meu nível baixo de insensibilidade não queria ser manifestado, por que não estávamos a falar de uma pessoa qualquer que mostrava interesse para mim. E sim meu melhor amigo, podia ser bruta, grossa, sincera, podia ser muita coisa, mas nunca alguém que quebraria seu coração.

- Sabes que isso não é real! Isso que tu achas que estás a sentir é só uma ilusão – tentei ser razoável, pontos para mim vencendo a insensibilidade – Tu não queres isso que estás a dizer.

- Isso não é uma ilusão ou algum ato de ciúmes, bem, mais ou menos na parte de ciúme – passou as duas mãos pelo cabelo numa maneira brusca, demonstrando a sua frustração – Tu nem sequer olhaste assim ao Miles e vossos namoraram por tanto tempo – sentou-se na cama – E como sorris quando olhas para ele quando o paspalho esta distraída, até pareces uma miúda – balbuciou.

- Sou uma miúda Theodore.

- És a minha miúda! – Afirmou – Minha Alícia, eu e tu e mais ninguém.

- Até parece que eu vou casar, que raio, contem-te! – Virei-me para o espelho.

- Tu estás apaixonada! – virou-me para encara-lo.

- Não era essa a tua ideia, não era isso que tu querias? – afastei suas mãos – Não foste tu que vieste com aquela de “minha melhor amiga com meu grande amigo” – vinquei uma das sobrancelhas – Apenas estou seguindo teu conselho.

- E porquê que tinhas que seguir? tu nunca o fazes!

- Estás a complicar-me Theo. Hora queres que saia com o Ansel e agora estás com essa de melhor amigo ciumento, não estou apanhando nada – cruzei os braços.

- Nunca quis que saísses com ele – confessou.

- Tu quase empurraste-me para ele – mais interrogações.

- Ele estava a ouvir – informou – Ele pediu-me, ele gosta de ti.

Aproximei-me de Theo e pousei minhas mãos em cada lado de seu rosto. Estiquei-me, depositando meu peso na ponta dos dedos, numa tentativa de estarmos quase na mesma altura, sorri fazendo-o sorrir.

- Só foi um beijo, um simples beijo – não sei porque estava a mentir – E vamos jantar, e amo comida e não nego um prato italiano por nada – expliquei – E não é que iremos namorar e te irei remover da minha vida tá Theodore? – Depositei um beijo na sua bochecha esquerda e afastei-me.

- Não quero que saias com ele!

- Está difícil conversar contigo, meu! – Revirei os olhos irritada – Não sei se sabes, mas não sou tua propriedade Theo, eu faço o que quero, com quem quero, e se não te conto não significa que não quis, não precisas vir com esse papel de estou Super apaixonado pela minha melhor amiga por que isso não pega comigo – insensibilidade ativada – Se estás com medo que eu vá me esquecer de ti por causa do Ansel, engole a tua estupidez porque se ainda falamos depois de todas as merdas que já aturei por ti não será porque vou sair com o teu amigo que isso vai mudar e se pensas assim não sei se realmente mereces a minha amizade.

- Eu amo-te Alícia, é assim tão difícil entender – gritou – AMO-TE, AMO-TE, AMO-TE!

- Theodore tu estás mesmo a exagerar – voltei a revirar os olhos – Não estou apaixonada pelo Ansel, então não precisa assim tanto espetáculo.

- A…

- Cala-te e vai embora, antes que fales mais merdas! – Deu um passo na minha direção – Nem te atrevas! – Impedi-o de se aproximar.

- Eu não tenho medo que te perda como amiga, e sim que perda a hipótese de ter-te como mulher.

- Theo para, por favor! – Cobri meu rosto.

- Tu nunca gostas de ninguém, tu nunca deixas ninguém aproximar-se e se o fazes é só para ocupar-te a mente – senti suas mãos baixando meus braços – por alguma razão com Ansel sinto que é diferente e isso enlouquece-me, por isso que eu fiz aquilo na sexta, eu sei que te passas, mas como ele estava lá todo o tempo ao teu lado, tu nem arrancaste ninguém dos meus braços.

- Tu odeias quando faço isso – encontrei seus olhos castanhos como os meus.

- Amo Alícia, mas amo-te mais a ti.

- Somos melhores amigos Theo.

- Não é assim que tudo começa? – sorriu.

- Vai embora, por favor.
 

You Might Also Like

12 comentários

  1. Não sei o que dizer. Não esperava a atitude da Alícia.
    Tal como falei no capítulo anterior: "O Theo vê mais o Ansel agora como um "perigo a abater" do que um amigo".
    Posta logo.

    Bjs :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É complicado para ela.
      Pena que o Ansel não vê as coisas nessa visão.
      Beijos

      Eliminar
  2. E vai um beijo da Alícia com o Theo no próximo capítulo?
    Puseste-me a pensar, provavelmente a Alícia vai ficar mesmo com o Theo.
    Posta logo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alícia do jeito que é, ainda o bofetea lol.
      Tudo pode acontecer.
      Beijos

      Eliminar
  3. Pobre Theo, acho que já comecei a lhe entender, da uma pena. Segundo o meu irmão mais novo não tem lugar pior que a friendzone

    ResponderEliminar
  4. Continuo a preferir o Ansel, mesmo sabendo agora a situação do Theo.
    Posta logo.

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  5. Vai haver beijo? Estou curiosa para saber o que vai acontecer.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Ai. Meu. Deus.
    Prefiro o Theo, 1000 vezes o Theo. Não que eu ache o Ansel uma má pessoa, mas o Theo esteve com a Alícia esse tempo todo (mesmo que fazendo merda) e depois dessa declaração... meu coração é mole demais para ignorar o que ele disse! Kkk
    Não esperava que a Alícia fosse reagir assim, vamos ver no que dá...
    Não tenho ideia do que vai acontecer no final, posta logo!
    Ah, desculpa por não ter comentado no capítulo passado, não vi a atualização.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 1 para Theo e 0 para o Ansel.
      Eu reagiria pior que ela, podem crer.
      Nem eu ainda lol.
      Não faz mal
      Beijos

      Eliminar

Seguidores

2015-2016 © Sons da Alma. Com tecnologia do Blogger.